Como Posso Vencer Um Hábito Prejudicial

Como vencer um hábito

Vencer um hábito

Talvez você já se perguntou: Como Posso Vencer Um Hábito Prejudicial. E a boa notícia é que a resposta existe.

No entanto, fazer alguma coisa com essa resposta vai ficar em suas mãos. Então, como sabe, existem hábitos que são altamente benéficos e você quer preservá-los; existem outros que não.

Por exemplo, eu tenho o hábito de ler um capítulo da Bíblia toda manhã, o que tem sido ótimo para a minha espiritualidade.

Mas é preciso entender que mesmo alguns hábitos que não são ruins em si mesmos podem se tornar prejudiciais quando levados a extremos.

Por exemplo, o hábito de ver televisão ou de se conectar com a internet, dependendo do que se vê e de quanto tempo se gasta com isso, pode trazer prejuízo em outros aspectos da vida, como trabalho, sociabilização com outros de forma presencial e assim por diante.

E existem também hábitos que em si já são prejudiciais e ainda tem a agravante de se transformar em vícios.

Portanto, feitas essas considerações, vamos responder a estas 6 perguntas neste artigo:

• Qual a diferença entre um hábito e um vício
• Qual é o motivo mais forte para se vencer um hábito
• O que faz alguma coisa se transformar em hábito
• Como substituir hábitos negativos por hábitos positivos
• Quando e a quem pedir ajuda
• Quanto poder tem um motivo forte

Qual A Diferença Entre Um Hábito E Um Vício

Há diferença entre hábito e vício

Diferença entre hábito e vício

Um hábito é simplesmente algo que você faz regularmente como dormir tarde, escovar os dentes, tomar um banho frio toda manhã, etc.

Se você uma vez ou outra não faz, não faz diferença, e em geral você nem sente a falta.

Por outro lado, um vício pode até gerar dependência química e síndrome de abstinência quando a pessoa tenta largar.

Portanto, se você está nessa situação, talvez queira descobrir qual é o motivo mais forte para se vencer um hábito.

Qual É O Motivo Mais Forte Para Se Vencer Um Hábito

Um motivo forte

Motivo forte

Com um motivo forte é mais provável que você entre em ação e persista até vencer o hábito ruim.

Por outro lado, sem um bom motivo, o mais provável é que você continue fazendo o que sempre fez e obtendo os mesmos resultados que sempre obteve, senão piores.

No final deste artigo tenho algo especial para lhe dizer sobre a força de um bom motivo.

Portanto, leia até o fim do artigo. Mas já lhe adianto que o motivo mais forte é aquele que faz você querer mudar e entrar efetivamente em ação rumo a essa mudança.

O Que Faz Alguma Coisa Se Transformar Em Hábito

Como transformar

Transformar

Sim, se você quer mesmo uma boa resposta à pergunta: ‘como posso vencer um hábito prejudicial?’ é fundamental descobrir os gatilhos que disparam o hábito.

Gatilhos mentais são estímulos que ocorrem antes da prática do hábito. Assim, pense nas ocasiões em que você pratica o hábito que quer largar, e descubra quais são os gatilhos que disparam o desejo.

Por exemplo, seria o local em que se encontra, um pensamento, algo que você vê, um outro hábito que precisa ser complementado, a companhia de alguém, ou um momento de ansiedade?

Realmente, se você fizer essa avaliação cuidadosa, descobrirá que a prática do hábito em geral segue um padrão e que o cenário, por assim dizer, é preparado antes. Dito isso, o próximo tópico lhe interessa.

Como Substituir Hábitos Negativos Por Hábitos Positivos

Como substituir

Substituir

Também, para que a resposta à pergunta: como posso vencer um hábito prejudicial’ seja completa, é preciso responder à pergunta deste subtítulo, ou seja, é preciso criar novos gatilhos mentais que substituam os anteriores.

Em outras palavras, você precisa fazer um esforço consciente para criar novos estímulos para novos hábitos positivos.

E, se precisar de ajuda, é importante decidir quando e a quem pedir essa ajuda.

Quando E A Quem Pedir Ajuda

Pedir ajuda

Peça ajuda

Pode ser que depois de muitas tentativas para abandonar um hábito sem conseguir resultado, você conclua que deve pedir ajuda.

E, realmente, isso pode acontecer. Nesse caso, a sugestão é que peça ajuda a um profissional de sua confiança, ou pelo menos a um que lhe inspire confiança.

Mas que não fique apenas nisso. Algo que pode ajudar, além disso, é você dizer aos familiares e aos amigos em quem mais confia que você está decidido a abandonar o tal hábito ou vício e conta com o apoio deles.

Realmente, isso costuma funcionar porque reforça o seu grau de comprometimento com o resultado.

Mas vou lhe dizer uma coisa: se você tiver um motivo forte e estiver bem consciente do poder desse motivo, o mais provável é que você tem tudo que precisa, e não vai precisar da ajuda de ninguém.

Por isso, dê toda atenção ao próximo e último sub-tópico.

Quanto Poder Tem Um Motivo Forte

Poder de um motivo

O poder de um motivo

Para exemplificar o que quero dizer, de forma clara, pense nesta história:

Márcia é fumante desde o início da adolescência, casou-se aos 20 anos e, agora aos 28 anos, embora tenha o sonho de se tornar mãe, nunca engravidou.

Por fim, para a sua alegria, está grávida. Tudo parece ir muito bem, até que um dia seu médico lhe diz:

“Tudo está indo muito bem em sua gravidez, mas tenho uma informação que deve lhe interessar bastante: se você continuar fumando, seu bebê tem tudo para morrer antes mesmo de nascer.”

O que você acha que Márcia fez imediatamente? Se você disse que ela pegou seu maço de cigarros e o esmagou, está certo.

Sinceramente, você acha que ela precisou da ajuda de algum terapeuta para deixar de fumar?

Claro que não! Por quê? Porque agora o seu motivo era suficientemente forte.

A verdade simples e clara é esta: quando seu motivo para vencer um hábito é suficientemente forte, você não precisa da ajuda de ninguém.

Por outro lado, se você não tem um motivo forte, até o melhor dos profissionais pode fracassar ao tentar ajudar você.

E, agora que você já tem a resposta para a pergunta ‘como posso vencer um hábito prejudicial’, vamos apenas relembrar os pontos para fixação. Você obteve respostas às segui9ntes perguntas:

  • Qual a diferença entre um hábito e um vício
  • Qual é o motivo mais forte para se vencer um hábito
  • O que faz alguma coisa se transformar em hábito
  • Como substituir hábitos negativos por hábitos positivos
  • Quando e a quem pedir ajuda
  • Quanto poder tem um motivo forte

Portanto, com aplicação desse conhecimento, você pode fazer muito. Mas, se ainda assim lhe for difícil, um bom programa de Coaching pode ser de grande ajuda.

Sessão de Coaching grátis 4

Line 1

ATENDIMENTO PRESENCIAL OU ONLINE 

logo meraki 07 150x150JOÃO PESSOA, PB, AV. PRESIDENTE EPITÁCIO PESSOA, 3530 – MIRAMAR. CONTATOS: (83) 99966-1449/ 98712-6027. Agende com Ana Raquel

 

 

BAIXE GRÁTIS O SEU

E-BOOK SUPERE AS EMOÇÕES NEGATIVAS

1 Comentário

  1. Pingback: Melhor Saúde E Bem-estar: 5 Sugestões Simples - Vou superar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.